bPython, um shell “tunado”

Em outros posts, comentei sobre o Dreampie e sobre o iPython, ambos programas para interpretação interativa de código Python. Agora chegou a vez de outra alternativa bem legal, o bPython. O bPython é bem diferente das outras opções, começando por seu estilão ncurses de mostrar as informações.

bpython

bPython completando função

Como mostra o screenshot acima, o bPython, além de completar os nomes de funções e módulos, também mostra o texto de ajuda envolto por uma caixinha, que some assim que não for mais necessária. Isso é muito mais prático do que, por exemplo, antes de chamar uma função, executar help(função) para descobrir o que faz a função e quais são seus argumentos. Além desses recursos de ajuda, o bPython oferece diversos outros recursos, que irei sumarizar a seguir:

  • rewind: permite “voltar no tempo”. Quando executado, esse recurso reavalia a última linha.
  • show source: quando F2 é pressionado após o nome de um módulo, o bPython busca e mostra o código-fonte daquele módulo.
  • pastebin: envia o código digitado pelo usuário ao pastebin, um serviço na web para armazenamento de trechos de código.
  • Destaque de sintaxe: assim como os outros programas apresentados, o bPython também colore a sintaxe do código, a medida que vai sendo digitado.
  • Salvar código: permite salvar o código digitado no shell em um arquivo no disco.
  • Auto-indentação: o bPython indenta automaticamente a próxima linha quando, por exemplo, escrevemos um cabeçalho de função, de loop for, etc.
  • Completação de nomes de arquivos: em diversas situações, é preciso que utilizemos o caminho de arquivos do disco no código Python, como por exemplo, quando vamos abrir um arquivo com a função open. O bPython completa e mostra as opções de arquivos do disco, à medida que digitamos o caminho do arquivo.

Comparado ao iPython, o bPython possui menos recursos. Mas, para quem não vai utilizar os recursos avançados que o iPython oferece, o bPython é uma excelente alternativa. Na página oficial do projeto, existe uma página que apresenta as alternativas ao bPython e, inclusive, deixa claro que os “concorrentes” podem ser mais adequados para determinados usuários. Mais um exemplo legal em um projeto de software livre.

Mais screenshots e screencasts, veja: http://bpython-interpreter.org/screenshots

Um comentário sobre “bPython, um shell “tunado”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s