Gedit como ambiente de desenvolvimento Python

O Gedit é o editor de textos padrão do GNOME. Até aí nenhuma novidade, certo? O que nem todo mundo sabe é que ele possui vários recursos que o elevam da categoria de um simples editor de textos para um ambiente de desenvolvimento bem interessante. Por padrão, o Gedit nada mais é que um simples editor de textos gráfico. Além de colorir as palavras de acordo com a sintaxe da linguagem, ele não possui outro recurso muito atrativo para desenvolvedores. Veja a Figura 1.

Figura 1. Gedit sem plugins

É aí que entra a configuração das preferências do Gedit (Editar->Preferências). Dentro das Preferências, há uma aba chamada plugins, onde podemos instalar/habilitar novos plugins para o Gedit, que adicionam funcionalidades ao editor. A seguir, vou listar alguns plugins que habilitei e que tornaram o Gedit um editor mais propício ao desenvolvimento de programas Python:

  1. Bracket Completion (completação de colchetes/parênteses/chaves): faz com que o editor insira automaticamente o colchete de fechamento quando abrimos um colchete;
  2. Code Comment (comentário de código): comenta/descomenta trechos de código selecionados, através de um atalho no teclado;
  3. Embedded Terminal (terminal embutido): adiciona à parte inferior da tela um shell linux para execução de comandos. Destacado na Figura 2;
  4. File Browser Pane (painel de navegação de arquivos): mostra na lateral da tela um painel para navegar nos diretórios do sistema de arquivos, possibilitando a abertura de arquivos através deste. Destacado na Figura 2;
  5. Python Console: adiciona um shell Python à parte inferior da tela. Excelente para realização de testes rápidos. Destacado na Figura 2;
  6. Run in Python (Execute em Python): possibilita que executemos o script Python utilizando um atalho (Ctrl+F5). E o resultado da execução é mostrado na parte inferior. Download pode ser feito aqui;
  7. Snippets: completa código baseado em templates. Por exemplo, ao digitar a palavra class e pressionar <TAB>, o plugin já insere na tela um molde de código para implementação da classe;

Figura 2. Gedit com plugins habilitados

Grande parte dos plugins listados acima estão disponíveis a partir da instalação do pacote gedit-plugins:

sudo apt-get install gedit-plugins

Para instalar plugins de terceiros, você deve baixá-los e extraí-los no diretório: ~/.gnome2/gedit/plugins

Além dos plugins, outras configurações são bastante úteis: mostrar numeração de linhas (nas preferências do gedit), substituir TABs por espaços, dentre outras, que vão da preferência do usuário.

Anúncios

Um comentário sobre “Gedit como ambiente de desenvolvimento Python

  1. Pingback: Executar código Python diretamente no Gedit « Python Help

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s